“Amor Maior”: Francisca manda matar Clara!


Em breve em “Amor Maior”, durante a lua-de-mel, Manel descobre que Clara esteve envolvida no assalto que matou Carlos e termina o casamento ainda em São Tomé. Já em Portugal, Clara é presa e o inspetor visita-a para assinar os papéis do divórcio.

Sara Matos

Sara Matos e Inês Castel-Branco estão em “Amor Maior”

Os dias seguintes na prisão são de angustia e um verdadeiro inferno pois as outras detidas não estão dispostas a facilitar-lhe a vida. E a verdade é que ainda vai piorar, avança a revista ANA, por ordens de Francisca, que não desiste enquanto não tirar Clara de vez do seu caminho. E nem o facto da jovem estar atrás das grades a deixa segura que o Manel não volte atrás… Assim, pede a Telmo que contrate uma detida para acabar com a vida de Clara na prisão.

É hora de visitas, algumas reclusas estão com os acompanhantes e os guardas prisionais vigiam o espaço. Numa mesa mais isolada das outras está Leticia. À sua frente está Telmo, vestido de fato e gravata e com uma pasta. Ela está desconfiada.

«Tu não és o meu advogado. O que é que tu queres?», pergunta. O vilão responde-lhe: «Digamos que sou um tio. Um tio generoso que te vai tratar muito bem… desde que tu aceites um serviço que tenho para te propor.»

«Tenho um cliente que gostava muito que esta rapariga desaparecesse de vez», diz Telmo, mostrando uma foto de Clara, mas a reclusa nega-se a fazê-lo.

«Não te armes em santinha, sei bem quem és, Letícia… Esta é a terceira vez que te metem dentro. A tua ultima condenação foi por teres esfaqueado outra tipa. A tua sorte foi que ela se safou, senão, ficavas aqui até à idade da reforma», afirma Telmo, oferecendo-lhe uma quantia monetária

Letícia acaba por aceitar, mas pede mais. «Quero o dobro. Tenho que pagar a muita gente para que isto fique bem feito. E preciso de dois telemóveis, último modelo, com cartão», diz.

Negócio feito, o vilão pede-lhe que não falhe e ela garante que isso nunca acontece, o que deixa Telmo satisfeito.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close