"

Bruno Santos quer vencer com “Jogo Duplo” e admite que horário «não tem estado fácil»

diretor-geral da TVI

Bruno Santos, diretor-geral da TVI

Com “A Impostora” na segunda linha, a TVI viu perder pela primeira vez o horário para a SIC desde que há aposta continua na ficção portuguesa por parte do canal. “Espelho D’Água” conseguiu essa proeza, que já não acontecia desde “Amor à Vida”.

Bruno Santos, diretor-geral de programas da estação de Queluz admite que o horário das 23h «não tem estado fácil», mas acredita que “Jogo Duplo” tem «todos os condimentos para vencer»

«Já fomos líderes ali de forma mais consistente e queremos, com “Jogo Duplo”, aproveitar o embalo de “A Herdeira”, que está imparável, e voltar a liderar de forma continuada», anuncia o responsável à TV Guia.

“Jogo Duplo” estreia esta segunda-feira, 4 de dezembro, logo depois de “A Herdeira”. Sara Prata e João Catarré são os protagonistas.

Entre o misterioso Oriente, a paradisíaca península de Tróia, a urbanidade de Setúbal e o esplendor plácido de Alcácer do Sal, “Jogo Duplo” é uma novela que vai colocar em confronto famílias disfuncionais, amores impossíveis e diferenças culturais.

Nesta história, onde nada é preto ou branco, a narrativa reflete sobre a condição humana, em todos os seus opostos, em que os bons podem cometer erros e os maus podem agir bem, onde as personagens vivem numa linha ténue entre o moral e imoral, entre o sensato e o intempestivo, entre o amor e o ódio.

Recorde-se que também José Eduardo Moniz afirmou que “A Impostora” foi «um acidente». A trama de António Barreira esteve mais de um ano no ar.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close