"

Bruno Santos quer vencer com “Jogo Duplo” e admite que horário «não tem estado fácil»

diretor-geral da TVI

Bruno Santos, diretor-geral da TVI

Com “A Impostora” na segunda linha, a TVI viu perder pela primeira vez o horário para a SIC desde que há aposta continua na ficção portuguesa por parte do canal. “Espelho D’Água” conseguiu essa proeza, que já não acontecia desde “Amor à Vida”.

Bruno Santos, diretor-geral de programas da estação de Queluz admite que o horário das 23h «não tem estado fácil», mas acredita que “Jogo Duplo” tem «todos os condimentos para vencer»

«Já fomos líderes ali de forma mais consistente e queremos, com “Jogo Duplo”, aproveitar o embalo de “A Herdeira”, que está imparável, e voltar a liderar de forma continuada», anuncia o responsável à TV Guia.

“Jogo Duplo” estreia esta segunda-feira, 4 de dezembro, logo depois de “A Herdeira”. Sara Prata e João Catarré são os protagonistas.

Entre o misterioso Oriente, a paradisíaca península de Tróia, a urbanidade de Setúbal e o esplendor plácido de Alcácer do Sal, “Jogo Duplo” é uma novela que vai colocar em confronto famílias disfuncionais, amores impossíveis e diferenças culturais.

Nesta história, onde nada é preto ou branco, a narrativa reflete sobre a condição humana, em todos os seus opostos, em que os bons podem cometer erros e os maus podem agir bem, onde as personagens vivem numa linha ténue entre o moral e imoral, entre o sensato e o intempestivo, entre o amor e o ódio.

Recorde-se que também José Eduardo Moniz afirmou que “A Impostora” foi «um acidente». A trama de António Barreira esteve mais de um ano no ar.