“Jardins Proibidos”: Resumo de 22 a 28 de junho

Anterior1 de 5Seguinte

A TVI já disponibilizou o resumo da novela “Jardins Proibidos” da semana de 22 a 28 de junho.

Episódio 222

Chico discorda exaltado, da ideia de darem o filho a Marta. Alerta Cláudia que, se se confirmar que ele é o pai, ele também tem direitos sobre a criança, não podendo ela decidir sozinha. Cláudia sai disparada do quarto do hospital, a chorar.

Leonor questiona Tomás se é verdade que hoje foi visitar Luís e lhe confessou ser o serial killer. Tomás olha indecifrável para a mãe.

Teresa afasta-se de sorriso divertido com Bruno, que está com o braço por cima do ombro dela. Eduardo estaca desolado com tal cenário, com Teresa a acentuar não ter que lhe dar satisfações da sua vida.

Tomás confirma a Leonor que foi visitar Luís, mas que a história que lhe contaram foi ao contrário, com Luís a admitir que matou aquelas mulheres, tendo só falhado no objetivo de incriminá-lo. Leonor acredita nele e abraça o filho.

Já na quinta, Lurdes expressa a Xavier o orgulho que sente por Chico, mesmo sem forças impediu a distribuição dos queijos.

Rosa repreende uma adoentada Lena, pelo monumental falhanço do envenenamento dos queijos, avisando que a partir de agora será ela quem vai ditar todas as regras do jogo.

Eduardo entra em fúria em casa e diz a Vasco que por causa de ocultar a morte dele a Teresa, corre o serio risco de nunca mais conseguir reconciliar-se com ela. Mateus, vendo a porta aberta, entra e estaca em choque a olhar para Vasco, que troca olhares comprometidos com Eduardo.Eduardo puxa Mateus para dentro da sua casa, e Vasco diz-lhe para não se assustar porque ele está efetivamente vivo, Mateus fica em choque sem conseguir falar.

Rosa continua a criticar Lena e esta explode indicando que é sempre ela que corre todos os riscos para destruir os Ávila. Rosa dá um grande estalo a Lena, recordando-a que é graças a ela que hoje em dia é uma advogada de sucesso. Rosa ameaça-a que sairá da sua vida se a voltar a afrontar, deixando Lena a chorar.

Em casa de Teresa, Sofia sorri ao ver Nuno muito atrapalhado com Lourenço nos braços e Clarinha a puxá-lo para os quartos. Bruno sorri sedutor para Sofia, pensando que está sozinha, ficando nervoso quando Nuno entra na sala e se apresenta como inspetor da PJ.

Vasco e Eduardo explicam, a um atordoado Mateus, que Vasco está a encobrir a sua morte para conseguir limpar o seu nome dos crimes que Lena cometeu. Mateus assente ajudá-los em secretismo.

Teresa faz a cama para Bruno no sofá e este comenta que ela foi das poucas mulheres com quem não se conseguiu envolver. Teresa sorri sensibilizada por Bruno lhe agradecer por ser tão boa amiga.

Miguel beija Célia e diz-lhe que depois da tragédia que ia acontecendo na fábrica, a única alegria é pensar que vão começar a viver juntos.

Tiago entra no quarto de Mariana e conta à irmã que ouviu a discussão dela com a mãe, perguntando-lhe se Tomás é mesmo o assassino. Mariana confirma e estes abraçam-se tristes.

Simão fica intrigado, quando Jacinta lhe diz que Jú saiu logo de manhã. Mateus entra na casa dos Ávila e pede para falar com Simão.

Maria de Carmo lastima-se à filha que têm de dar a volta a Simão, por não aguentar mais ter que se envolver com o diretor do hotel, para poderem ali viver. Carlota pede paciência, saindo para ir ter com Simão.

Mateus explica a Simão que sabe de fonte segura que foi Lena quem preparou o atentado no cemitério, tendo depois planeado a morte de Vasco. Pede-lhe que vasculhe as coisas que Lena tem na quinta, em busca de alguma pista.

Leonor fica intrigada por não encontrar Mariana, nem Tiago em casa.

Rui e Mónica confirmam a Mariana e Tiago que há muito suspeitavam que Tomás fosse o assassino e a confissão que ele fez a Luís só veio confirmar isso mesmo. Rui e Mónica dizem-lhes que eles podem ficar ali o tempo que quiserem.

Leonor admite angustiada a Tomás, que os seus irmãos já saíram de casa, por acreditarem que ele é o serial killer e não Luís. Tomás abraça-a e diz-lhe que desde que estejam juntos está tudo bem, deixando Leonor a sentir algo de errado.

Mateus e Simão estão frustrados por não terem encontrado nada de comprometedor nos documentos de Lena. Mateus fica surpreendido, por Simão lhe apresentar Carlota como sua filha. Carlota convida o pai para darem uma volta e contém a sua fúria,por Simão lhe dizer que tem de ir à escola de boxe.

Marta e Cláudia olham-se espantadas e divertidas por encontrarem umas algemas e uma venda de couro no quarto de Lena. Cláudia sai para o trabalho, deixando Marta a olhar em redor e pensar onde poderá Lena esconder os seus segredos.

Bruno em tronco nu, abre a porta a Vanessa. Teresa pede a Vanessa para falarem mais tarde e repreende Bruno por ter ido naqueles modos abrir a porta. Bruno sorri divertido e Teresa olha- o reprovadora.

Maria do Carmo é abordada pelo diretor do hotel e este diz-lhe que acordou com imensa vontade de ter uma reunião com ela, algo que ela não pode negar em virtude dos privilégios que lhe tem dado.

Anterior1 de 5Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close