“Golpe de Sorte”: Resumo dos próximos episódios

"

51º Episódio (29 julho a 2 agosto)

Espionagem em Alvorinha! Os vilões descobrem o microfone que Leonor havia deixado no candeeiro do quarto de Caio e começam a fazer uma lista de potenciais conspiradores. Preciosa, Ricardo, a própria Polícia Judiciária e até, nas palavras de Sílvia, a “queridinha” de Caio são suspeitos do crime. O primeiro a ser apertado pelo vilão é o jornalista, que recusa estar envolvido e consegue convencer Caio de que está inocente. Para quem se virarão agora os protegidos de Madre Rosário?

Frustrados por já não poderem ouvir as conversas dos vilões, Ricardo e Leonor ficaram, no entanto, com uma informação crucial: o terceiro vilão será muito provavelmente o homem que se faz passar por filho da Maria do Céu Garcia. O par de espiões já tem um plano para conseguir desmascarar este novo elemento…

Também novo em Alvorinha é Francisco, que chega à vila para aconselhar a amiga Leonor a largar a vingança por esta poder redundar em grandes perigos. Convidado pelo amigo Carlos a beber um café na coletividade, Francisco acaba por conhecer Céu com quem tem uma rápida empatia. A euromilionária, agradada com a postura do forasteiro, convida-o para um jantar no palacete. Francisco aceita de imediato, o que vai criar em José Luís uma série de ciumeiras inesperadas…

Ciumenta parece estar Kelly quando ouve Bruno falar a Xavier sobre a possibilidade de contratarem Patrícia para o Boémio. A custo, lá finge que ninguém a afronta e o filho da Céu decide mesmo que a empregada da pensão Toledo vai começar a trabalhar no restaurante. Xavier, ex-namorado de Patrícia, é que ficou num dilema…

Cheio de dilemas, fantasmas e sombras está Carlos, que cada vez mais vai subjugando a esposa a uma pressão física e psicológica inaceitável. Desta vez, o médico arrastou Teresa para o quarto e fechou-a à chave. Ouvindo barulhos, Leonor ainda perguntou o que se passava mas Carlos conseguiu dar a volta à situação. Até onde podem ir os demónios do director do Centro de Saúde?

Para dar a volta à situação no palacete, Vasco fingiu-se muito amigo de Bruno tentando convencê-lo de que é boa pessoa. Bruno não deu abertura e acabou a enfurecer Vasco que chamou ao dono do Boémio coisas muito pouco abonatórias. Enfurecido, Bruno atacou Vasco com um murro mesmo no momento em que o Doutor Francisco e a Doutora Alice entravam em casa da euromilionária. E agora, Céu?