“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 107 (17 a 21 de fevereiro)

Nazaré e Toni vão ao leilão e salvam Joaquim.

Nuno diz a Laura que não tem qualquer ligação aos incêndios.

Laura impede Prata de ser atingido por tiro.

No Lar, Ismael está a tentar adormecer o bebé. Floriano entra e tira-lhe o bebé porque quer ser ele a adormece-lo, mas o bebé não para de chorar. Floriano, em desespero, pede ajuda a Ermelinda, mas ela recusa-se.

Na casa Gomes, Nazaré está a acabar de se arranjar para ir com Toni ao leilão e tentar tirar de lá Joaquim. Toni elogia-a dizendo que está bonita e Nazaré retribui. A jovem está com medo que o plano não resulte, mas Toni diz-lhe que só têm de parecer milionários interessados e que tudo vai dar certo.

No bar do Hotel, Duarte almoço quando Laura se aproxima dele e lhe fala sobre a morte de Elsa e a possível implicação de Joaquim. Tenta testá-lo falando sobre Nazaré, mas Duarte não a denuncia. Nuno, que está noutra mesa, observa a conversa dos dois. Laura dirige-se a ele e diz-lhe que acha estranho ter voltado à terra onde a mulher e o filho morreram. Nuno, tentando disfarçar o nervosismo, diz a Laura que Gonçalo se deve ter equivocado e que não o conhece de parte alguma e muito menos tem qualquer tipo de relação com os incêndios.

Verónica chega a casa e, dando pela falta de Érica, pergunta a Paula onde está a filha. Paula diz-lhe que Érica saiu e deixou a bebé consigo. Verónica, furiosa, arranca a bebé os braços de Paula.

Na Quinta, Olívia preparou toda uma surpresa para Bernardo em que encarna a personagem de um dos seus filmes favoritos. Bernardo entra na brincadeira e beija Olívia com paixão. Olívia fica feliz por ter conseguido fazer com que o namorado sentisse alguma coisa.

Já no leilão, Toni e Nazaré assistem às licitações. Nazaré, ansiosa, quer ir à procura do pai mas Toni não a deixa ir sozinha. Aguardam um pouco até que, disfarçadamente, se ausentam da sala.

No Mercado, Luís repara que a mãe não está bem. Dolores pede ao filho que feche a banca e mente dizendo que vai ter com Bárbara.

Joaquim fica emocionado quando ouve a voz de Nazaré do outro lado da porta. Toni arromba a porta e os dois apressam-se a soltar Joaquim quando, de repente, ouvem sirenes da polícia.

Duarte vai a casa de Nazaré e diz a Matilde que precisa de falar com ela. Matilde avisa-o que não sabe de Nazaré, mas Duarte ameaça-a com a judiciária. Matilde acaba por lhe contar que Nazaré foi atrás de uma pista sobre Joaquim na esperança de o encontrar.

No leilão está instalado um grande aparato policial. Prata diz a todos que é mais fácil se cooperarem e manda-os deitarem-se no chão. Um dos capangas, sem que ninguém veja, tira a sua arma e aguarda. Ao fundo, escondida, vemos Laura.

Nazaré, Toni e Joaquim estão prestes a fugir quando aparece Cortez e o ameaça dizendo que não vai a lado nenhum. Neste momento, um dos capangas de Cortez entra com uma arma apontada à cabeça de Dolores. Dolores está aterrorizada e pede desculpa por ter aparecido. Joaquim pede a Cortez que a deixe ir, mas Cortez recusa-se e começa a abrir caminho com Dolores enquanto lhe apontam a arma.

Na sala, um dos capangas saca da arma e começa a disparar. Laura, que estava atenta, impede que Prata seja atingido e acaba por ser ela a ser baleada.

Enquanto caminham com Dolores tentando escapar, Joaquim pede-lhe que tenha calma e Nazaré, ansiosa, pois precisa de uma oportunidade para fugir. Já na sala, Cortez aparece com Dolores e Joaquim e Toni logo atrás deles. Um dos capangas vai para disparar, mas Prata é mais rápido. Laura consegue agarrar uma arma e dispara sobre Cortez.

Toni chega a casa de Nazaré e encontra Matilde e Duarte ansiosos por notícias. Toni diz que a polícia pareceu lá e que acha que Nazaré consegui fugir.

Em casa dos Soares, Prata interroga Dolores que lhe diz que soube de tudo por Toni. Estão todos aliviados por Joaquim estar de volta.

Ana e Gonçalo em choque quando Laura chega de braço ao peito. Gonçalo discute com ela pois acha uma inconsciência o que se passou. Laura pede-lhe que a compreenda e diz que não só salvou Prata como conseguiu reaver Dolores. Ser PJ está-lhe no sangue e não é uma coisa que consiga evitar.