“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 87 (20 a 24 de janeiro)

Félix tenta envenenar Verónica.

Verónica faz com que Félix lhe passe a Atlântida.

Nazaré vai ser presa.

No Bar do Hotel, Glória faz conversa com Luísa e Mauro, tentando empatá-los, e convida-os para irem jantar ao Barbatanas. Glória liga a Matias, nervosa, a avisar que eles estão a subir para o quarto.

Matias puxa Toni apressado, mas acaba por ser apanhados pelo casal. Toni e Matias decidem fingir que são um casal e que se enganaram no quarto. Luísa certifica-se de que não roubaram o colar.

No Mercado, Dolores recebe uma sms de Joaquim e disfarça para que a filha não veja. Nisto chega Heitor e quer levar Carol consigo, mas Ana diz-lhe que não. Dolores junta-se a ela e, com a ajuda das restantes vendedoras, expulsam Heitor do Mercado.

No Restaurante, Toni e Matias estão de rastos porque o assalto foi um fracasso e, por outro lado, Glória está aflita pois não sabe como vão pagar a Cortez. Ficam alerta com o burburinho do Mercado e vão lá ver o que se passa. Toda a gente destrata Heitor e ofendem-no. Carol olha para o pai com alguma pena e acaba por dizer que vai com ele. Bárbara percebe o medo de Carol e vai falar com ela explicando que não é obrigada a nada. Heitor acaba por ir embora.

No gabinete da presidência da Atlântida, Félix encontra-se com um homem que lhe entrega um frasco. Félix certifica-se de que o líquido não deixa vestígios no organismo e, depois de ter a confirmação, entrega um envelope ao homem.

Na sala Félix, Paula traz um chá para Verónica e Félix coloca-lhe o veneno. Érica aparece e diz que fica com aquele chá para ela e pede a Paula que faça outro para a mãe.

Félix fica em pânico quando percebe que a filha está prestes a beber o chá envenenado e dá-lhe um safanão fazendo derramar o chá. Verónica, que está no topo das escadas, assiste a tudo e desconfia da atitude de Félix. Quando Érica se vai deitar, Verónica ameaça Félix e diz-lhe que o mais sensato que tem a fazer é assinar os papeis e passar a empresa para nome dela.

No quarto de Hospital, Nazaré, devastada, está com Matilde quando Joaquim entra e diz que ali está uma pessoa para falar com ela. Nazaré já sabe de quem se trata e Laura caba por entrar e dizer a Nazaré, com ar pesaroso, que vai ter de a prender.

Laura diz à jovem que não foi Duarte que a denunciou e pede a Nazaré que colabore. Matilde defende a filha e diz que ela está a ser injusta. Nazaré tem medo, mas Joaquim diz que nada de mal lhe vai acontecer.

Na sala Félix, Félix está de pé a acabar de assinar a doação da Atlântida que está pousada sobre a mesa de jantar. Verónica observa-o, num misto de firmeza e felicidade. Em troca, Félix exige que Verónica lhe dê a gravação que tem a morte de António e a vilã entrega-lhe uma pen que este coloca no computador. Não consegue ver o vídeo até ao fim pois fica perturbado. Félix garante que Verónica não tem mais cópias do vídeo que o possam incriminar, mas a mulher acaba por lhe dizer que o seu objetivo não é vê-lo na cadeia, mas sim vê-lo a apodrecer sem nada.

Laura está a ver no telemóvel de Duarte o frame do vídeo da morte de António. Laura vai enviar a imagem para a Judiciária. Laura diz a Duarte que já encontrou a Nazaré que sabe eu ele esteve com ela no hospital Duarte acaba por admitir que é verdade e que estava preocupado com a saúde do bebé. Laura diz a Duarte que Nazaré será presa no dia seguinte quando sair do Hospital.

No Restaurante, Toni conta a Bárbara como correu o suposto assalto no Hotel para roubarem o colar de Luísa. Toni faz-se de forte e cinta uma versão da história que não corresponde à realidade, mas Bárbara fica toda derretida e acaba por beijá-lo. Evolvem-se e percebemos que vão fazer amor.

No Restaurante, Mauro e Luísa aparecem para jantar. Glória fica nervosa com medo que tenham desconfiado da tentativa de roubo do colar. Mauro vai até ao balcão e pede a Glória que esconda o anel de noivado pois vai pedir a namorada em casamento.