“Jogo Duplo”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 211 (10 a 16 de setembro)

Marta está no bar com Tomás, quando vê Luís entrar, vai ter com ele e pergunta-lhe se desistiu da ideia da bomba.

Luís diz que ela é cúmplice e que o plano está em marcha. Marta fica assustada e liga a Laura, que está no café da escola, rodeada de alunos e professores, e fica em pânico, gritando que saíam porque há uma bomba. Instala-se o caos.

Marta pede a Teresa para chamar a polícia e Luís diz que não sabe de nenhuma bomba e sai. Tomás agarra-o e lutam até que Luís é dominado.

Manuel diz a Susana que vai ter de se afastar, mas são subitamente interrompidos por Diana, que informa Manuel que está um homem que insiste em falar-lhe.

Homem diz a Manuel que foi contratado para o matar, mas está ali para negociar com ele, a sua vida.

Manuel quer saber quem o contratou, mas o assassino não revela e sugere um valor para o deixar vivo.

Manuel diz que ele não tem garantias de sair vivo dali, mas o homem diz que tomou medidas. Susana aplica-lhe um golpe que o deixa desmaiado.

Tomás prende Luís a uma cadeira. Miguel chega e Marta diz que Luís provocou o pânico com uma ameaça de bomba, na escola.

Luís diz que foi uma piada. Miguel diz que se tratou de falso alarme. Teodoro chega a casa, bêbado e implica com Alexandre, que se farta e diz ao pai que vai para o seminário e não fica nem mais uma noite naquela casa.

O assassino profissional acorda, amarrado. Manuel intimida o homem para cancelar a combinação de segurança e dizer-lhe quem o contratou.

Óscar pergunta a Laura porque deu o alarme e ela conta que Luís tem falado de explosivos e bombas e que quando a Marta lhe ligou ela achou que fosse real.

Luís é interrogado por Miguel e diz que a culpa é de Marta e Laura que queriam por uma bomba na escola e no hotel e que ele só entrou no esquema para as controlar e denunciar em caso de perigo.

Alexandre conta a Leonor que saiu de casa e vai voltar ao seminário. Leonor tenta demovê-lo e diz-lhe que o ama.

Maria João chega a casa e Manuel diz que deu folga às empregadas. Maria João fica aterrorizada ao ver Susana entrar com ferramentas de tortura.