“Jogo Duplo”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 239 (15 a 21 de outubro)

Diogo chega ao café e pede a Alexandre para falar com ele, e Alexandre acha que ele não devia magoar Gabriela. Vítor diz estar preocupado com o desaparecimento de Cátia.

Vítor pergunta como correu em casa de Manuel e acha que ele está mais controlado do que estava na prisão. Óscar diz que não consegue perceber é qual é o papel de Maria João. Maria João pergunta a Manuel o que é que disse a Guilherme. Manuel não quer falar, pois a casa está sob escuta.

Enquanto fala Manuel escreve um papel e pergunta a Maria João se está com ele ou contra ele. Maria João assente com a cabeça. Clara diz que está envergonhada por se ter envolvido com Teodoro e nunca quis afastá-lo de Sofia. Sofia diz a Clara para não se fazer de santa e não é alcoólica por ter apanhado uma bebedeira. Acusa-a de querer dar show.

O monitor pede para Sofia deixar Clara acabar. Tiago confirma a João que Manuel está com pulseira eletrónica e com vigilância permanente. Tiago diz que Maria João é impossível de controlar. João acha que Maria João vai ser o pombo-correio de Manuel. João pergunta se as filhas podem visitar Maria João.

Tiago diz que sim. Clara diz que não revelou por que motivo acabou o noivado com Teodoro, nem vai fazê-lo. Sofia diz que por causa de Clara, voltou a beber e todos ali sabem, que uma recaída é voltar ao início.

Clara parece envergonhada, mas está a fingir. Teodoro não está satisfeito. Manuel pede a Maria João para entrar em contacto com Susana e para arranjar dois telemóveis para poderem falar.

Manuel finge entrar no quarto para chamar Maria João para jantar. Margarida está feliz por terem uma noite banal. João pergunta a Margarida pela mãe e se ela será cúmplice de Manuel.

Margarida diz que já não conhece a mãe. Acha que ela se tornou mais fria. João acha que se Maria João estiver farta de Manuel, poderá ser uma aliada de peso. Maria João está preocupada se Susana terá sido vista a entrar no hotel. Susana diz-lhe para relaxar.

Maria João acusa Susana de ter fugido e deixado Manuel ser preso. Pergunta se é verdade que ameaçaram Guilherme. Susana diz que fizeram algum bluff. Pergunta por Tomás.

Susana diz que não fizeram nada. Sandra chega com Steven e diz que foi a uma aula de luta. Helena convida Steven para jantar. Vítor pergunta a Helena se Steven vai passar a vida lá em casa. Helena prefere do que andarem na rua à noite. Maria João pergunta a Susana se pode confiar nela.

Susana diz que ela não tem outro remédio. Maria João avisa-a para não se meter com ela. Susana avisa Maria João por causa da PJ. Maria João diz-lhe para não se preocupar. Sandra e Steven treinam MMA, mas Steven não se sai muito bem e diz que Sandra o defende. Sandra está ansiosa por causa do treino com armas. Steven diz que ninguém pode saber. Sandra quer comprar uma arma. Steven diz que de certeza que lhes arranjam uma.

Amália diz a Patrícia que se a plagiou foi sem intenção. Patrícia não acredita nisso. Vê Rafael chegar e diz que tem o namorado à espera. Dá um beijo a Rafael e sai.

Freddy assiste e tanto ele como Amália ficam chocados. Maria João chega e os polícias revistam-lhe o carro. Maria João mostra-se indignada. Os polícias mandam Maria João seguir, que continua a fingir-se muito indignada. Emília quer arranjar as unhas a Tiago, mas este não deixa.

Emília pergunta como é trabalhar com João. Tiago diz que ele é impecável e que estava enganado em relação a ele. Elogia muito João e Emília diz que está com ciúmes. Tiago fica constrangido.

Maria João entrega o telemóvel escondido a Manuel. Falam sempre em código e Maria João diz que reclamou com Susana por ter fugido. Manuel diz que ela voltou e fez o seu serviço como habitual. Clara chega a casa, feliz e depara-se com Amália bêbada.

Amália pergunta como é que correu a reunião. Clara diz que correu muito bem. Amália conta que Rafael namora com Patrícia. Clara diz que ele é um estupor. Susana conta a Cátia que Manuel a contactou através de Maria João.

Cátia quer fugir. Susana diz que Manuel quer fazer aparecer o corpo de Tomás e incriminar João. Tiago diz que a PJ continua à procura de Susana e Cátia. João acha que elas estão por perto.

Tiago acha que João devia contar à PJ que viu Manuel matar Tomás. João diz que não tem provas. Tiago acha que Manuel devia ser eliminado e oferece-se para o fazer. Cátia não acha boa ideia, pois João pode dizer que foram elas que raptaram Tomás. Susana diz que se ainda não disse nada, não o vai fazer.

Cátia pergunta em que é que a prisão de João as ajuda. Susana quer colocar João contra Manuel e, ganhe quem ganhar, elas saem sempre vitoriosas.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close