"

“Quer o Destino”: Resumo dos próximos episódios

Episódio 97 (13 a 19 de julho)

Rita aborda Vitória e diz-lhe que sabe que ela está com Lucas e vinca que quer saber a verdade sobre ela, caso contrário conta tudo a Lucas.

Rita frustrada por não conseguir de Vitória o que precisava, recorda conversa com Marcos sobre a noite da violação, decide entregar o segredo a Catarina.

João pergunta porque Isabela não gosta de Vitória e ela conta que Carlos ficou diferente desde que ela apareceu, começou a beber, ficar violento e até chegou a culpá-los pelo desaparecimento de Margarida porque tinham abusado dela.

João fica em choque com o que acaba de ouvir e Mateus pede a Isabela bolachas para poder ficar a sós com o irmão. João começa a perceber que Carlos tentou apunhalar Mateus porque descobriu o que fizeram e quer vingar-se.

Mateus pede calma e indica que ninguém vai descobrir, e João questiona-o se não lhe pesa a consciência.

Carlos angustiado recorda proposta de Catarina e come a comida deixada pela mãe.

Marcos recebe chamada de Rita a contar que já sabe a verdade sobre Vitória e avisa-o que quer ser recompensada quando chegar a casa.

João atormentado recorda o que Isabela lhe disse, procura um isqueiro e começa a queimar-se no antebraço, focando-se no sofrimento físico para não pensar nos seus fantasmas.

Mateus e Catarina observam Rita, ele não entende como foi tão rápida a fechar negócio com Álvaro e avisa que João está novamente desnorteado.

Rita conseguiu arrancar confissão a Vitória, ela disse que foi violada pelos três irmãos e está ali para se vingar, mas Cartaxana está fora disto tudo.

Sandra aproxima-se de Hugo e ele conta que namora com Madalena, ela tenta disfarçar o incómodo e avisa que vão ter de reunir com Isabela.

Mateus recebe chamada de Gouveia a avisar que Carlos alterou o depoimento e não se lembra do que aconteceu e que brevemente deve ser libertado.

Vitória ignora a conversa e retoma os exercícios, mas Mateus indica-lhe que a conhece desde sempre, deixando Vitória incomodada.

Marcos recebe Rita com champanhe, e ela conta que conseguiu arrancar a confissão a Vitória e que Catarina vai despedi-la.

Vitória sente o cerco a apertar e Maria aconselha-a a pegar em Lucas e Ana e sair dali. João bate à porta para falar com Vitória.

Maria encontra Elvira a vasculhar o seu quarto e pergunta pela sua erva, Maria anui que deu tudo a Patrícia para meter nos bolos.

Patrícia animada, cheira encantada o aroma dos bolos acabados de fazer.

João revela que entende porque Vitória defende Carlos e esta confirma que sabe o que irmãos Santa Cruz fizeram a Margarida.

João envergonhado conta que gostava de falar com Margarida e pedir-lhe desculpa por não ter impedido os irmãos do que fizeram.

Vitória fica arrasada por descobrir que João não fez parte da violação. Joana melancólica vê fotografia de família, Vitória entra e promete não lhe roubar muito tempo.

Elvira entra apressada no café e tenta impedir Patrícia de comer o último bolo. Joana desabafa com Vitória, e esta diz-lhe que acredita na inocência de Carlos e abraçam-se comovidas.