“Terra Brava”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 122 (20 a 24 de abril)

O carrinho de mãe está tombado no terreno. Mafalda levou com o tiro da carabina no braço e está no chão. Tem o braço cheio de sangue, parece inconsciente.

Tiago e Candy conversam sobre Raul. Candy cumprimenta um enfermeiro que passa e Tiago faz uma cena. Trata-a mal. Candy fica espantada. Beatriz assistiu à cena, diz Candy para se impor. Tiago é possessivo e controlador.

Diogo volta a oferecer boina a Martim que aceita. Pede para Diogo os levar até a barragem. Diogo diz que não pode, tem de trabalhar mas Eduarda autoriza. Mostra-se indiferente. Diogo fica apreensivo.

Todos juntos tentam arranjar solução para o vestido de noiva de Xana. Está difícil. Xana chora, tem ataque de pânico. Pega na tesoura, quer matar Elsa. Afonso diz que com ela presa é  mais complicado casar.

Elsa chora desconsolada. Diz que acabou tudo, vai perder contrato de publicidade. Mulheres enganadas quer bater em Elsa e Vasco. Marco entra e põe ordem no café. Raul defende Elsa. Decide fechar o café.

Carlos entra. Joana gosta de o ver. Tomás não tanto, ela diz que Carlos é um amigo. Tomás não gosta de a ver com ele e sai chateado. Joana conta discussão com Henrique e aceita convite de Carlos para ir ao Teatro

Eduarda pronta para ir caçar. Atende chamada de Vladimir. Ele está furioso, diz que ou ela vai ter com ele ou acabam com o acordo. Ela deixa a carabina encostada à parede e sai apressada para ir ter com ele.

Vladimir diz Eduarda que não gosta de ser mal tratado. Acha que ela passou o dia a fugir dele. Diz para ela ir ao hotel naquele instante ou acaba com financiamento, acaba com todos os negócios.

Beatriz conversa com Diogo sobre os miúdos. Ela fala na mensagem dura que mãe lhe deixou. Diogo não quer falar sobre isso. Norberto diz que precisam ajuda no campo. Beatriz não deixa Diogo ir.

Diana pede desculpas a Henrique. Ele está chateado para que aconteceu com Mafalda. Diz que têm de ir com calma, não gosta de exibir-se na rua. Diana diz que espera o tempo que for preciso. Decidem ir jantar longe da Vila.

Catarina diz pai que não gostou de Londres. Está magoada com mãe, percebeu que ela só a foi buscar porque acabou com o namorado. Carla de saída para ir ver o que aconteceu com  Xana. Marco fica desagradado.

Eduarda encara Vladimir determinada. Ele diz que não gosta que o façam de parvo, quer saber se ela estava com Diogo. Eduarda vira o jogo ao seu favor, como sempre. Beija Vladimir que corresponde.

Martim e Sara à espera de Beatriz. Ele vê a carabina e pega nela. Sara não gosta de armas. Martim dispara. Sara grita. Ele pede desculpas, não sabia que arma estava carregada. Sara leva Martim de ali.

O carrinho de mãe está tombado no terreno. Mafalda levou com o tiro da carabina no braço e está no chão. Tem o braço cheio de sangue, parece inconsciente.

Beatriz diz Norberto que aquilo era um tiro. Norberto diz que ninguém anda armado, só para caçar. Beatriz diz que tem a certeza que aconteceu alguma coisa. Saem a galope.

Mafalda cheia de dores chora, gripa por ajuda. Beatriz e Norberto chegam. Ele chama uma ambulância. Beatriz acalma Mafalda e faz uma ligadura improvisada. Mafalda diz que não viu ninguém, só sentiu o tiro.

Martim e Sara comprometidos. Martim diz que o melhor é não contarem nada a ninguém do tiro que ele disparou. Diogo pergunta se está tudo bem. Sara quer ir para casa, pede para Diogo ligar a Rita.

Filipe chocado quando lhe contam que Elsa colocou escuta na sacristia. Prazeres tira o microfone do crucifixo. Raul envergonhado pede desculpas. Filipe tem receio do que Elsa possa ter ouvido. Manda-a confessar-se.

Xana desolada quer desistir do casamento. Todas acham má ideia e concordam em que Afonso ama Xana de verdade. Carla diz que vai procurar o seu vestido de casamento para ver se dá para adaptar.

Falam de Elsa. Henrique diz que se apresentarem queixa, ela vai ter problemas. Henrique recebe chamada, diz que Mafalda levou tiro e vai a caminho do hospital. Manda-os à Herdade descobrir o que aconteceu.

Sara e Martim em choque ao saberem que Mafalda foi atingida e vai para o hospital. Sara chora, em choque diz que culpa é dela. Diogo abraça-a. Martim pede mãe para falarem a sós.

Martim conta mãe que foi ele que disparou arma. Beatriz chocada. Martim chora desesperado, diz que não quer magoar ninguém. Não quer ir preso. Beatriz acalma o filho, pensa rapidamente no que fazer.

David chateado porque Catarina não avisou que voltou. Atende chamada da mãe. Diz para ela parar de chorar. Ouve o que ela diz e sai a correr. Tomás preocupado. Catarina conta Sílvia que mãe só a levou a Londres porque namorado a deixou.

Elsa quer ajuda de Tina para recuperar a sua reputação. Tina tenta perceber se Elsa descobriu relação dela com Filipe. Ao perceber que não, manda-a embora, não quer ser vista com ela.

Arminda conta a Eduarda que alguém deu um tiro em Mafalda, ela está no hospital. Diz que Martim e Sara estão bem, ainda não se sabe o que aconteceu.

Mafalda está bem, fora de perigo. Henrique faz-lhe perguntas, quer saber se ela pode ter sido atingida de propósito. David aflito quer que irmã vá embora da Herdade. Tiago fala sobre estado de Mafalda e cuidados futuros.

André tem arma na mão. Eduarda diz que está visto que foi um acidente e Mafalda está fora de perigo. André diz que sargento quer apurar responsabilidades. Toda a gente tem de ir ao posto. Beatriz diz que foi ela quem disparou.

Filipe vê vídeos de casamento. Tem de preparar-se para casar Xana e Afonso. Tina diz que Elsa não sabe nada sobre eles, mas também já ninguém acredita nela. Decide ajudar Filipe com a cerimónia.

Norberto indignado com Beatriz, sabe que ela mente, estavam juntos quando ouviram o tiro. Beatriz diz que foi Martim, tem de proteger o filho. Norberto não concorda. Martim quer contar a verdade. Beatriz não deixa.