“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 12 (3 a 9 de dezembro)

Simão em choque com os ferimentos de Inês e pede-lhe que ela fique ali, para ele ir resolver a situação.

Diana observa Mónica a atender um cliente e pergunta-lhe quando é que ela vai abrir o jogo, pois se não o fizer, irá contar ao Ricardo que ela é sua ex-cunhada. Simão confronta Augusto com foto de Inês com hematomas.

Mónica confessa a Diana que veio atrás de Ricardo para ele pagar o que fez à sua irmã e revela que se juntou a Simão para pedir a guarda partilhada da filha.  Inês está deitada no sofá, tocam à campainha e não abre a porta.

Augusto arromba porta de Simão e fica enfurecido por não encontrar Inês. Liga a Simão e exige que lhe diga onde está a neta.  Inês entra com Lara em casa e pede ao pai para não voltar a deixá-la sozinha. Entra Isaura que revela que Rúben está no hospital.

No hospital, Humberto apoia Dalila, Liliana chega, preocupada com o irmão.  Elvira revela a Ricardo, Paulo e Jaime que foi ela que deu o tiro a Rúben para travar Dalila de contar alguma coisa à polícia.

No escritório Tiago conta a Diana que Cláudia decidiu levar Flor para casa, sentindo que o seu casamento está por um fio, sendo ela a única coisa boa que tem na vida. Diana não resiste e beija Tiago.  Jaime chega a casa e Cecília estranha o penso que ele tem e Jaime desvaloriza e diz que foi assaltado.

De repente a porta abre-se, é João Maria.  Patrícia chega a casa e comenta que na escola andam a dizer que foi Joana que atirou João Maria ao rio. Paulo e Joana trocam acusações.

João Maria fala com a família, diz que precisava de estar sozinho e que enquanto seguia de bicicleta, foi atingido por carro que o projetou para uma ribanceira e caiu no rio. Foi salvo por uma rapariga que foi muito simpática. Matilde pergunta se foi o Paulo que lhe fez aquilo e o irmão responde-lhe que não e sai.

João Maria aproxima-se do prédio de Joana e vê um carro como o que o atropelou.  Joana abre a porta e João Maria acusa-a de ter sido ela a atropelá-lo e que vai denuncia-la à polícia e Joana responde-lhe que está grávida dele.

Augusto pede a Paulo que vigie Simão, sendo que o resultado pode resultar numa promoção ou no desemprego para Paulo.

Lara mostra os hematomas de Inês a Isaura e pede-lhe que a ajude a esconder Inês ali em casa até Simão arranjar uma solução para recuperar a filha.  Mónica diz a Simão que já disse a Augusto que vão pedir a guarda conjunta da Inês, mas que se prepare pois Augusto está rodeado dos melhores advogados.

Lara chega e Simão diz a Mónica que vai ser Lara quem os vai representar em tribunal. Isaura prepara-se para ir trabalhar e leva Inês consigo. Mónica não concorda que Lara seja a advogada que os vai representar e Simão pede para se focarem no que é realmente importante: proteger a Inês.  Simão e Lara entram na oficina e falam com Valdemar.

Entretanto chega Isaura preocupada e afirma que Inês fugiu. Lara e Simão procuram Inês. Mónica informa Augusto que Inês desapareceu e que ele é o culpado. Augusto liga para Paulo.

Jaime fica a sós com o filho, pergunta-lhe quem é que ele está a proteger e João Maria revela-lhe que foi ele que lhe deu com uma garrafa na cabeça, quando o viu a maltratar uma mulher. Cecília vem a entrar e finge que não ouve.

Jaime, Paulo e Ricardo conversam sobre as ameaças e sentem que o objetivo dessa pessoa é colocá-los uns contra os outros para os fragilizar.

Família Seixas visita Rúben no hospital, entra Elvira, apresenta-se como fazendo parte de um projeto de voluntariado na ala pediátrica. Dalila agradece, mas diz que o filho vai dormir.

Elvira comenta com Dalila que ela é a culpada daquilo ter acontecido ao filho.  Lara e Simão informam Tiago que Inês desapareceu e que acreditam que o culpado é Augusto. Simão atende chamada de Domingos, que conta que Inês é arrastada por Augusto e Paulo.  Augusto sai dos armazéns e pede a Mayra e Paulo que tomem conta de Inês.

Augusto encontra-se com Isaura e esta diz-lhe que revelou onde Inês estava pois não quer ter processos em tribunal contra ele e exige a Augusto que, quando forem despejados, ela e a Lara precisam de um teto. Inês está no wc e fala baixinho ao telemóvel com Flor pedido que guarde o segredo de ambas.

Domingos está a arranjar o autoclismo e ouve a voz de Inês no cubículo ao lado.  Simão confronta Augusto com Tiago que diz que recebeu uma denúncia de maus tratos. Tiago interroga Augusto. Entra Domingos e diz que ouviu uma conversa na casa-de-banho em que Inês confessa que se espancou a ela própria.