“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 171 (3 a 9 de junho)

Lara questiona a mãe pela razão de se ter encontrado com Arminda, mas Isaura inverte a conversa e começa a repreende-la por continuar metida em confusões por causa de Julie. Julie aproveita ficar sozinha na sala, para marcar um encontro com Arminda do telemóvel de Isaura, e apaga os registos.

Simão entrega na PJ o relatório que prova que Tiago e Mónica foram tramados e não mataram Ricardo. Julie e Lara conversam sobre a melhor estratégia para fazerem Arminda confessar o que sabe sobre Isaura.

Lopes observa furioso Tiago e Mónica a sair em liberdade e Mário provoca-o, dizendo que Tiago sempre fez muito mais que ele enquanto trabalhou para a polícia.

Lara junta-se aos Messias, Mónica, Simão e Inês e comemoram a saída da prisão. Lara repara nas horas e diz ter assuntos para tratar e deixa Simão desconfiado.

Lara encurrala Arminda e pergunta-lhe por que razão lhe mandou aquele bilhete com o anel e se foi Isaura quem matou Augusto. Arminda olha-a num misto de confusão e pavor.

Arminda acaba por contar a Lara que apanhou Isaura um dia a roubar o cofre de Augusto e ela ficou de lhe dar algum dinheiro, negando saber que história é aquela do anel e do bilhete. Lara contínua a pressiona-la quando surge Simão, e Arminda aproveita para se escapar.

Simão discute com Lara por achar descabido que Isaura seja o assassino, por as cartas do jesuíta deixarem claro que andam atrás de um homem. Lara confronta Isaura com o anel que recebeu que estava na sua posse e Isaura acaba por assumir que o vendeu para arranjar dinheiro, e que roubou o cofre de Augusto como paga, por ele a ter deixado sem nada.

Simão e Tiago conversam enquanto bebem uma bebida e concordam que Jaime está em perigo e Simão questiona-se se Jaime saberá a identidade dele.

Jaime e Marta conversam na hipótese sobre serem os próximos alvos do assassino, por já terem percebido que ele não perdoa nada e mata sem piedade.

Lara explica a Simão que estava mesmo convicta que tinha sido Arminda a mandar-lhe o anel para denunciar Isaura como assassina de Augusto. Entreolham-se intrigados por Simão receber mensagem para procurarem pistas na clínica em Lisboa, por ela saber mais do que diz.

João Maria diz à mãe ter a certeza que alguma coisa se passou para Joana ter perdoado Filipe. Cecília por seu turno, afirma que Humberto também se zangou com ela, e fica apreensiva por João Maria a avisar que Humberto irá sempre compará-la com Dalila.

Tiago encontra-se com Mário e aceita trabalhar às escondidas para ele, com Mário a referir que Lopes não tem capacidade para apanhar o assassino. Lopes ouve tudo escondido.

Tiago explica a Simão e Lara que a mensagem que ele recebeu pode referir-se à mãe de Diana, que está internada numa clínica em Lisboa. Simão diz determinado que vai até lá para tentar descobrir alguma coisa.

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *