“Valor da Vida”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 142 (11 a 17 de março)

Aisha acaba por confirmar que Paulo e Artur são irmãos e Eugénio fica arrasado. Leo diz que não podia contar e só contatou Horácio quando Camilla pôs o negócio em causa, depois de o tentar matar.

Isabel está triste, pois o pai só se quis aproximar de Bruno, por ele não ser o seu pai biológico. Vitorino está na sala de interrogatório da PJ e diz que não fala sem a presença de um advogado e Carlos diz-lhe que ele é suspeito de tentativa de homicídio.

Todos percebem que Paulo é filho de Torcato e Piedade e  Aisha diz a Eugénio que o filho não queria que se soubesse, pois para ele, Eugénio é o melhor pai que ele poderia ter.

Camilla discute com Horácio, pois ele não devia ter contado a verdade e sugere irem para a fazenda. Começam a ouvir gritos e é Bruno que vira o quarto do avesso, deixa-se cair no chão, exausto e em pranto.

Camilla e Horácio entram e Bruno acusa-os de lhe estarem a destruir a vida. Alexandre acusa o pai de se derreter com Aisha e pede-lhe que se afaste dela.

Aisha diz a Alexandre que a fez passar a maior vergonha da vida e acusa-o de ser egoísta e de estar a desejar a morte do pai.

Horácio e Camilla tentam acalmar Bruno e tentam explicar-lhe que quiseram dar aos filhos uma vida diferente da que tiveram em crianças.

Horácio conta que teve de fugir porque quis acabar com o negócio e Bruno agarra-se aos pais, a chorar. Isabel está decidida a descobrir quem violou a mãe e Leo acha que ela devia deixar esse assunto quieto.

Isabel diz que o pai adotivo voltou por causa de Bruno e que ela não existe.  Ana Clara diz ao médico que Paulo é irmão de Artur e percebem que o médico já sabia.

Eugénio diz que o importante é encontrar Paulo e Raissa acha que foi Piedade. Rosa diz a Piedade estar farta de trabalhar para uma falsa beata e assente que sabe de Paulo e também a viu aos beijos com o Padre.

Piedade fica sem palavras e pergunta-lhe quanto é que ela quer, para ficar calada. Vitorino liga a Luís e diz que foi detido e o advogado diz-lhe que não o quer representar mais. Leonor chega e pergunta por Carolina.

Ana Clara liga a Carlos e diz que acha que não foi Vitorino que fez desaparecer Paulo, mas sim Piedade e conta que Paulo e Artur são irmãos.

O médico diz a Júlia que estão a correr contra o tempo e conta que Artur piorou e têm de fazer o transplante nas próximas 24 horas.

Leonor volta a casa de Vasco e Cláudia diz-lhe que Carolina está a caminho e Luís pede-lhe para aguardar. Maria Pia acusa Leonor de passar a vida a dar golpes em homens ricos. Vasco e Carolina entram e Vasco diz à mãe que não tem moral para falar e manda-a embora.

Carolina olha emocionada para Leonor, que está envergonhada. Alexandre pensa no que disse ao pai e percebe que fez asneira. Dalva diz a Patrick que tem de dizer aos pais que encontrou o filho e faz a ligação para o Brasil. Marta entra em casa e apanha Alexandre a chorar. Diz que Aisha o vai deixar, pois ela gosta é do pai e Marta vinca que a história deles é passado e sugere que o irmão vá falar com ela.

Aisha pensa na conversa com Alexandre e depois em Artur e liga a Raissa para saber como estão as coisas no hospital.

Carolina conta a história da morte da mãe de Sara e apresenta os filhos à avó, que a abraçam. Carlos entra na casa de Piedade e pergunta à beata onde está o filho e o Padre acaba por confessar que Paulo está no barco.

Paulo continua a gritar por socorro e percebe que num canto tem comida e uma lanterna. Artur está a arder em febre e o médico diz que a doença está descontrolada e que sem o monge, ele não se safa. Artur chama por Aisha.