“Valor da Vida”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 126 (18 24 de fevereiro)

Aisha diz que devia ter ido com Paulo para o Líbano e atende a chamada de Raissa que lhe diz estar bem e casada com o homem que ama. Aisha pede à irmã para não estar muitos dias sem falar com elas e percebe que Raissa está muito nervosa.

Júlia conta a história de Vitorino e Rodolfo diz que a admira cada vez mais. Maria Pia chega aos gritos e diz que Rodolfo é noivo dela. Cláudia assente a Luís querer ter acesso à lista telefónica dos pacientes de Marcelo e Luís pergunta-lhe se está a pensar roubá-la.

Marcelo liga a Sara e conta que uma mulher descobriu que o filho não é do marido e tem receio de ir preso. Sara tenta acalma-lo e diz-lhe para ir ter com ela a casa.

Carolina entra no gabinete e percebe que Jesus estava a ver o seu estudo e pede desculpa por ter feito um estudo sem autorização e diz que quer que as coisas fiquem bem entre eles. Júlia dá uma descompostura a Maria Pia e acusa-a de ser uma falida. Rodolfo fica incomodado com a situação, pede desculpa e sai com Maria Pia.

Bruno aconselha a mãe a não voltar a Portugal, pois pode ser presa. Isabel liga ao irmão e conta que Leo levou um tiro e está a caminho do hospital. A ambulância que traz Leo chega ao hospital e Jaques vai ter com Isabel, que conta que dispararam sobre Leo.

Carlos conta que Dalva também foi atingida e Isabel fica em choque. Ismael liga a Camila e diz que os dois estão a caminho do hospital em estado grave e que duvida que algum deles escape.

Rodolfo diz a Maria Pia que foi um erro ter vindo para Portugal com ela e que pensava que ia ter família ali, mas isso parece cada vez mais difícil. Bruno fica chocado por Horácio lhe dizer que o melhor é Leo morrer para Isabel se ver livre de problemas e Isabel agarra-se ao irmão a chorar.

Michelle estranha ver Horácio ali que se encanta com Cidália. Sara diz a Marcelo que tem de se acalmar e que vai sair para resolver o assunto. ­

Cláudia e Luís falam com um hacker e o informático garante-lhes que em dois dias terão o material. Todos acham que o caso de Leo e Dalva estão relacionados e Horácio diz que pode ser só coincidência.

Bruno diz a Horácio que acha que aquilo foi obra da mãe e vai resolver aquilo com ela. Sara conta a Vitorino que Marcelo foi descoberto por outra mãe e pede-lhe ajuda. Bruno liga à mãe e diz que não acredita que ela teve coragem de mandar matar Dalva e Leo e acusa-a de ser uma assassina.

Camilla chora ao pensar nas palavras de Bruno e Aline tenta acalma-la. Jesus pede a Renato para preparar uma dose líquida do medicamento de Artur, pois ele não pode deixar de o tomar. Júlia diz que vai ao hospital ver Artur e Marta pergunta-lhe porque é ela lhe pôs um processo e Júlia diz que quer ser reconhecida como mulher dele. Todos acham muito estranho o facto de Dalva e Leo serem atingidos a tiro.

Carlos chega e diz que têm de esperar os resultados da balística, para saber se foi a mesma pessoa que os tentou matar. Bruno está muito transtornado e pede a Lopes para lhe arranjar mais opiáceo e Lopes diz-lhe que é a ultima vez. Jamilah diz que ela é que devia ter ido ao Líbano e espera que Paulo consiga resolver o problema.

Aisha conta que Alexandre está a voltar do Brasil com Camilla, para lhes entregar a bebé. Jesus coloca um líquido azul no soro de Artur, Júlia chega e pergunta se não o pode levar para casa e Jesus diz que sim, desde que tenham todas as condições de que ele necessita. Sara diz a Marcelo para não entrar em pânico e justificar que houve um erro e pagar uma indemnização.

Carolina e Vasco estão preocupados com Dalva e  Carolina acha que a situação de Dalva e de Leo está relacionada com a rede. Bruno chega a casa com o frasco de opiáceo e decide injetar uma quantidade maior de líquido do que da última vez e deixa-se cair no sofá.