“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

257º Episódio (27 de maio a 2 de junho)

Vitória visita Zé Maria na prisão e quer saber porque é que ele incriminou Rodrigo. Discretamente, ele passa a mão num vidro e fica com o dedo sujo. Vitória quer saber quem é o verdadeiro “Português” e Zé Maria não diz nada e não quer voltar a vê-la. Quando a visita termina, Zé Maria olha para a mesa onde deixou algo escrito. Vitória lê “o teu pai” e fica em choque a assimilar.

Em pânico, Carla vai pedir ajuda a Esmeralda pois tem um cliente com as costas vermelhas porque usou detergente numa massagem. Esmeralda resolve a situação e torna-se sócia dela.

Leo e Leonor conversam cúmplices na escola. Ele gostou que ela se tivesse juntado ao grupo na noite anterior. Rui dá na cabeça de Leo por ele ter faltado às aulas. Sofia, por sua vez, dá nega a um rapaz com quem esteve na noite anterior.

Marta conta a António sobre a reunião que teve no banco e este assume que a ajudará em tudo o que for preciso. Quer também saber quando é que ela se muda e por ele pode ser já nessa noite. Beijam-se apaixonados.

Luís atende Júlia e esta quer comprar um telemóvel dos antigos, alegando que está farta de tanta tecnologia. Manuel começa a chorar e Luís liga para Vera mas ela não atende. Conversa com Júlia sobre infantários.

No estaleiro, Vera pergunta a Pedro como correu o teste de Sofia e ele não sabe de nada. Vera repara no telemóvel e devolve a chamada a Luís. Por sua vez, Carmo avisa Pedro que não vai poder ir ao teatro e ele desvaloriza o assunto, deixando-a chateada.

Depois da consulta, João diz a Adelaide que a doença não ter evoluído é boa notícia. No entanto, Adelaide não sente que o corpo esteja a reagir ao tratamento. João tenta animar a mãe e partilha com ela que decidiu deixar de operar por algum tempo.

Depois dos clientes saírem do restaurante, Diana confronta Sara e afirma que sabe que ela gasta o dinheiro em compras e, por isso, não paga aos fornecedores. Sara tem um surto e começa a partir tudo à sua volta. Aterrada, Diana liga para o 112 a pedir ajuda.

Vitória conversa com um agente da PJ e fica a saber que Zé Maria se entregou. Conversa com Clara sobre isso e esta observa que é a sua oportunidade de falar com Zé Maria e perceber porque é que ele incriminou Rodrigo e, assim, limpar o seu nome.

Gonçalo fica inquieto quando Nelson lhe diz que Zé Maria se entregou à polícia. Gonçalo fica em choque ao saber que Francisca morreu. Adverte Nelson que Zé Maria não pode falar e Nelson assegura que está tudo tratado.

Gustavo avisa Zé Maria que não vai escapar-se de uma condenação mas vai fazer tudo para atenuar a pena. Isto pode servir para ele denunciar Gonçalo. À socapa, um dos guardas prisionais ameaça Zé Maria e manda-o ficar em silêncio.

Aida reúne João e Angela em sua casa e este implora a Angela que o perdoe. Não pode trazer Márcio de vista mas quer ajudar em tudo o que for preciso. Fala sobre pagar uma indemnização mas Angela não quer saber de nada.

Desanimado, Raimundo conversa com Aida sobre a pensão onde está e ela sente muita pena dele. Raimundo anda à procura de um quarto e pede que se ela souber de alguma coisa que o avise. Aida fica pensativa.

No bar, Rui está atrapalhado sem Esmeralda a ajudar e atrapalha-se. Os clientes protestam e Deolinda observa tudo à distância. Furioso, Rui discute com ela e manda-a atender ela os clientes para perceber as coisas.

No hospital, Sara está sedada enquanto Diana conversa com a médica. Sente-se culpada por não ter visto os sinais e não ter ajudado a mãe. A médica assegura que vai ficar tudo bem.

Júlia sente-se mal e o seu batimento cardíaco acelera. Percebe que está a ter um ataque de ansiedade e tenta controlar, sem sucesso. Vê-se obrigada a tomar um medicamento.

Gonçalo e Nelson falam sobre a distribuição da droga pela Europa e Portugal e Nelson refere que Gonçalo tem de limpar o seu nome no bairro. Este já tem tudo pensado e pretende passar de demónio a santo.

Vitória visita Zé Maria na prisão e quer saber porque é que ele incriminou Rodrigo. Discretamente, ele passa a mão num vidro e fica com o dedo sujo. Vitória quer saber quem é o verdadeiro “Português” e Zé Maria não diz nada e não quer voltar a vê-la. Quando a visita termina, Zé Maria olha para a mesa onde deixou algo escrito. Vitória lê “o teu pai” e fica em choque a assimilar.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close